================================================== -->

Nossos Principais Parceiros

Nossa sustentabilidade só é possível com a ajuda de nossos parceiros. Não recebemos verbas publicas. É só dessa forma que conseguimos manter o nosso trabalho, fazendo palestras, campanhas e outras atividades. O nosso site, sua manutenção, atualização e hospedagem também dependem disto.

→ saiba mais

Redes sociais

Curtir nossas páginas nas redes sociais.

Ao curtir nossas páginas nas redes sociais, você estará contribuindo para que possamos atingir um maior numero de pessoas e também conscientiza-las da importancia de ser um doador de órgão e tecidos.
Desta forma você estará multiplicando nossas ações e nos ajudando a fortalecer nosso objetivo.

FACEBOOK

GOOGLE +

Prevenção de Doenças Renais

DOENÇA RENAL E OBESIDADE


Estilo de vida saudável para rins saudáveis!

A definição de DRC - Doença Renal Crônica, “consiste em lesão renal e perda progressiva e irreversível da função dos rins (glomerular, tubular e endócrina). Em sua fase mais avançada (chamada de fase terminal de insuficiência renal crônica-IRC), os rins não conseguem mais manter a normalidade do meio interno do paciente”. Fonte: http://www.jbn.org.br

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a enfermidade será a epidemia do século XXI. Estima-se que no Brasil 10 milhões de indivíduos tenham algum grau de Doença Renal Crônica. Em seus estágios avançados, a DRC está relacionada a aumento de internações hospitalares, mortalidade cardiovascular, grande impacto na qualidade de vida e elevado custo para a saúde pública.

As Doenças Renais Crônicas representam uma séria preocupação médica e de saúde pública em todo mundo. A falta de políticas públicas adequadas e hábitos inadequados da maioria dos indivíduos contribuem para o aumento espantoso desses números.
Patologias como hipertensão, diabetes e a obesidade podem levar o indivíduo a desenvolver doenças dos rins de forma crônica.

Para o ano de 2017, a Sociedade Brasileira de Nefrologia vem alertar sobre a questão da obesidade e as Doenças Renais Crônicas.

Levantamento realizado pela VIGITEL - Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico e divulgado pelo Ministério da Saúde apontam que cerca de 50% da população brasileira está acima do peso.  A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia alerta ainda que “o estudo também revelou que o sobrepeso é maior entre os homens. 52,6% deles está acima do peso ideal. Entre as mulheres, esse valor é de 44,7%. A pesquisa também diz que o excesso de peso nos homens começa na juventude: na idade de 18 a 24 anos, 29,4% já estão acima do peso; entre 25 e 34 anos são 55%; e entre 34 e 65 anos esse número sobe para 63%. ” Já a obesidade, já atinge próximo à 18% da população.
Hoje no Brasil, a maior fila de espera por transplante é a renal. Segundo o Ministério da Saúde, em maio de 2016 cerca de 42.500 pessoas encontravam-se na fila de espera, sendo que desses, cerca de 25.500 aguardam por um rim. Isso representa 56% do total da fila!

Se você quiser saber quantas pessoas estão na fila de espera para transplante, acesse http://gabriel.org.br/pacientescidades.html

São parceiros nessa ação Polo Shopping Indaiatuba, Unimed Campinas e Drogasil.

Nossas ações podem ser acompanhadas em nossas páginas nas redes sociais.

Participe! Sua Saúde Agradece!

Gostou desta página?
Ajude-nos recomendando e compartilhando com seus amigos nas redes sociais.