Projeto Trote Solidário

O trote violento é uma prática antiga com mais de 800 anos de existência e hoje está sendo abolida da maioria das universidades

.

A partir de 2010, numa ação conjunta entre FATEC Indaiatuba - Centro Paulo Souza e OSC GABRIEL, foi criada uma forma de recepcionar os calouros através da sensibilização sobre a importância da doação de órgãos e tecidos, convidando calouros a multiplicar informações passadas em palestras e rodas de conversas no início de cada semestre.
Durante esse período, centenas de novos alunos tomaram conhecimento sobre o tema e foram convidados a multiplicar as informações recebidas na busca de sensibilizar o maior número possível de pessoas sobre a importância da doação de órgãos e tecidos como um gesto de solidariedade que salva vidas.
Além de promoverem ações solidárias sobre doação de órgãos em praças públicas, supermercados, os alunos agendaram palestras em seus locais de convivência como empresas, igrejas, etc. para serem ministradas pelos gestores do projeto e incentivaram pessoas a solicitarem o Cartão do Doador emitido pelo BOS – Banco de Olhos de Sorocaba, com o intuito de deixar claro sua intenção de se tornar um doador.

A sensibilização foi ampliada a todos os alunos e corpo docente da faculdade que puderam ter contato com o tema, por meio da exposição de mostras do acervo do 1º Salão Nacional de Humor sobre Doação de Órgãos, projeto que recebeu junto com o Trote Solidário, certificação da Fundação Banco do Brasil como Tecnologia Social no ano de 2011 e atualizada pelo Banco de Tecnologias Sociais da FBB no ano de 2017.

"Considera-se tecnologia social todo produto, método, processo ou técnica criados para solucionar algum tipo de problema social e que atendam aos quesitos de simplicidade, baixo custo, fácil aplicabilidade e impacto social comprovado."

Fonte: www.tecnologia social.org.br

As tecnologias sociais certificadas no processo de premiação compõem o Banco de Tecnologias Sociais – BTS e estão disponíveis para consulta no site Tecnologia Social FBB.

Ao tomarem conhecimento dos temas abordados pela OSC GABRIEL muitos alunos se envolveram nos projetos. Com isso, mantemos hoje em nosso Grupo Gestor, oito “Fatecanos”, entre alunos e ex-alunos. Também tivemos três alunos como estagiários e centenas de voluntários que participaram em diversas ações de saúde organizadas pela OSC como: Dia Nacional do Doador de Órgãos, Campanhas de Cadastramento de Doadores de Medula Óssea, Campanhas de Doação de Sangue, Dia Mundial do Rim, Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, Campanha Ácido Fólico, você conhece?, Dia Nacional do Doador de Sangue, entre outras.

Case de Sucesso - Um Fatecano se destaca

No trote solidário de 2011, um “bixo” do curso de Gestão Empresarial, Osvaldo Jesus de Moraes Junior se destacou entre tantos outros alunos.
Tratava-se do primeiro aluno deficiente visual a integrar os bancos da unidade de Indaiatuba. Osvaldo, havia perdido a visão recentemente e começou então a participar ativamente das ações propostas pelo Trote Solidário. Sua classe foi a vencedora!
Antes do término da faculdade e por causa do Diabetes tipo I que o levou a cegueira, tornou-se também um renal crônico, entrando também para hemodiálise e para a fila de espera por um transplante renal.
Desde que perdeu a visão ele sentiu a necessidade de fazer algo pelos deficientes visuais da cidade de Indaiatuba, que não possuía até então nenhum serviço voltado a eles. Em 13 de dezembro de 2013 foi dado o ponta pé inicial para o que se tornaria depois o projeto OLHOS DO CORAÇÃO, durante um evento organizado no auditório da FATEC ID com o 1º Encontro de Deficientes Visuais em comemoração ao DIA NACIONAL DO DEFICIENTE VISUAL.
Osvaldo formou-se em 2014. Seu TCC foi sobre a criação de uma OSC – Organização da Sociedade Civil voltada a pessoa com deficiência visual com o título “Gestão de Operações na ADVI – Associação dos Deficientes Visuais de Indaiatuba/SP”, arquivada como a monografia nº 922.
Após algumas tentativas de formalizar a organização, foi convidado pela OSC GABRIEL para fazer parte de seu Grupo Gestor. No mesmo período, o projeto ADVI – Associação dos Deficientes Visuais de Indaiatuba se transformou em Projeto Olhos do Coração dos Amigos dos Deficientes Visuais de Indaiatuba e foi integrado aos projetos já consagrados da organização.
O trabalho foi tomando forma e junto com outra aluna da Fatec-ID, Carmem Lúcia Arruda, foram levantados dados e contatos foram feitos com os deficientes visuais da cidade. O TCC da Carmem também foi voltado à causa, abordando desta vez a empregabilidade dos deficientes visuais dentro da Legislação sobre pessoas com deficiências.
Em 2017, a OSC GABRIEL inscreveu o projeto para realização do primeiro curso de Orientação e Mobilidade para deficientes visuais no edital do concurso VOLKSWAGEN NA COMUNIDADE 2017. Dentre os 1.259 projetos inscritos em todo o Brasil, o “OLHOS DO CORAÇÃO” foi classificado entre os 20 finalistas e em outubro do mesmo ano, foi premiado e recebeu um aporte financeiro de R$ 40.000,00 para sua implantação.
Este projeto vencedor teve início dentro dos muros da FATEC Indaiatuba.

GABRIEL

A GABRIEL também está presente nas principais redes sociais para você ter alcance as informações mais recentes de nossas ações, campanhas e de nossos eventos. Não deixe de visitar o nosso Blog.

Rua dos Andradas, 969
Indaiatuba - SP - Brasil
CEP: 13334-020

info@gabriel.org.br

+55 (19) 3801-2047